ULTRASSOM 4D 3D AGORA NA REGIAO DE OSASCO

sábado, 16 de agosto de 2014

ULTRASSOM 4D/3D EM OSASCO

Ver o bebé pela primeira vez é talvez um dos momentos mais excitantes para toda a família. A mãe chora de dor e felicidade, o pai de nervosismo e emoção e os avós tentam encontrar semelhanças na criança baseando-se nos rostos dos pais. Mas, e se pudéssemos prever todas as feições do bebé com um exame?
             
O ultrassom 3D e 4D permite-nos visualizar a pele do bebé, a boca, o nariz, a língua, mãos, pés, sexo e determinar o tamanho e peso. Permite até aos avós começarem a discutir mais cedo com quem se parece o bebé, pois podemos observar as feições da criança.

Estes ultrassons 3D e 4D vêm revolucionar a “desilusão” sentida quando vista a tela do ultrassom, em que apenas uma imagem borrada e desfocada é a primeira fotografia do nosso filho. Deixaremos de ver apenas os órgãos internos do bebé para passarmos a ver a pele.

            As fotos e imagens dependem da posição do bebé, por isso nem sempre podemos afirmar que teremos resultados perfeitos e claros, mesmo que a maioria das vezes consigamos.
Recomenda-se portanto, levar alguma coisa para comer (como um chocolate), para que o bebé seja “forçado” a mexer-se quando o exame decorrer (caso seja necessário).
            Para obter melhores resultados é aconselhado que a gestante ingira (3 dias antes do exame), 1.5 a 2 litros de água por dia. Este método irá ajudar na visualização.
                                       
            Além de todos os benefícios já apresentados, os ultrassons 3D e 4D são bem mais úteis do que se possa pensar. Estes ultrassons permitem detetar algumas anomalias e deficiências, uma vez que o bebe acaba sendo examinado além da pele e do rosto. Os ultrassons servem ainda para analisar o coração e outros órgãos internos.

O ultrassom 3D e 4D pode ser feito a partir da sétima semana (devido ao uso tecnologia de exames endovaginais) até cerca de 28 a 30 semanas. Caso esteja gravida de gémeos é recomendado fazer o exame mais cedo, portanto informe-se na sua clinica. Após o período recomendado é possível realizar o exame, porém poderá não obter resultados tão satisfatórios e claros.
Este novo tipo de ultrassom é tão seguro como a ultrassonografia e muito recomendado para os pais e avos que desejam muito interagir com o rostinho do bebe.

bebê fofucho!

quarta-feira, 6 de agosto de 2014

só dorme...

DICAS DE ULTRASSOM PARA GESTANTE

terça-feira, 22 de julho de 2014

ULTRASSOM 4D / 3D .


O exame em 4D e 3D permite a visibilização da anatomia fetal em 3 dimensões, possibilitando a avaliação e visualização de algumas estruturas como a face fetal, as mãozinhas e pezinhos, e o  sexo, sendo que o melhor resultado depende da posição da cabeça do bebê, da quantidade de líquido amniótico, e do tempo de gestação. 

Este exame pode ser feito desde o início da gestação,  até cerca de 28 a 30 semanas. 
Pode ser feito após este período, porém a visualização da face fetal (rostinho do bebê) pode não ser tão eficiente.

É bom também que a gestante beba bastante líquido começando 3 dias antes do exame(cerca de 1,5 a 2 litros por dia) para ajudar na visualização.

Neste exame são avaliados também o crescimento do bebê, a placenta e o líquido amniótico.

DICAS PARA GESTANTES DE RISCO.

terça-feira, 15 de julho de 2014

Vale a pena saber que o ULTRASSOM CERVICAL(do colo do útero da gestante) é o exame no qual é realizada a medida do comprimento do colo do útero.

Recomendado para:
-gestante com alto risco de parto pré termo.
-gestante com gestação múltipla(gêmeos).
-gestante com parto pré termo anterior
-gestante com anormalidades do útero.
-gestante com cirurgia prévia do colo uterino.

Este exame pode ser feito no momento do SEGUNDO MORFOLÓGICO, mas pode ser necessário que seja feito de maneira seriada a partir de 16 semanas.

A Medicina&Imagem agradece sua audiência!

DICA PARA EXAMES

segunda-feira, 7 de julho de 2014

SEGUNDO MORFOLÓGICO (pesquisa de anomalias/doenças fetais):entre 20 e 24 semanas.

Trata-se de um exame detalhado do bebê, utilizado para a pesquisa de doenças.
Neste exame nós examinamos cada parte do corpo do bebê, determinamos a posição da placenta, é avaliada a quantidade de líquido amniótico, e medido o crescimento fetal.

Inclui uma avaliação minuciosa as estruturas presentes no cérebro do bebê, pesquisa de defeitos da face, da espinha,  avaliada a anatomia do coração, estômago, intestinos, rins e membros (pernas e braços, mãozinhas e pezinhos).

Se encontramos alguma alteração, a gestante é aconselhada sobre o que podem representar os achados do exame, e como proceder a investigaçao destas alterações e também sobre a existência ou não de tratamento intrauterino.(Existem doenças em que o bebê pode ser tratado dentro do útero da mãe, o que pode salvar a vida do bebê).